Home: Parque Tecnológico de Sorocaba
Blog da Inovação

O melhor conteúdo sobre Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação


Parque Tecnológico acelera a produção de escudos faciais

Data: 10/04/2020

Apesar do feriado prolongado e do ponto facultativo decretado pela Prefeitura de Sorocaba nesta quinta-feira (9), o trabalho de produção de escudos faciais no PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba) segue intenso. Mais de 50 pessoas estão empenhadas na confecção do equipamento de proteção, que será destinado às unidades de saúde da cidade e da região. O presidente do PTS, Roberto Freitas, esteve no local, na tarde desta quinta-feira (9), acompanhando os trabalhos. “Já fabricamos três mil máscaras e a meta é chegar a 18 mil”, comenta. “Por isso, a nossa produção será acelerada a partir desta sexta-feira, quando conseguiremos produzir cerca de mil equipamentos por dia.” Conforme Roberto Freitas, cada escudo facial leva cerca de uma hora para ficar pronto e custa R$ 6. O trabalho é desenvolvido por startups, entre elas a Pi Project Robótica e Automação, por empresas e pelo campus Sorocaba do IFSP (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo). O presidente do PTS explica que os equipamentos oferecem proteção extra aos profissionais de saúde – médicos, enfermeiros e outras pessoas que estão na linha de frente ao combate ao coronavírus (Covid-19) – e permitem a utilização por mais tempo que as máscaras convencionais. Como membro do Comitê Municipal de Avaliação e Combate ao Coronavírus, Roberto Freitas ressalta a importância do isolamento social para o controle da doença. “Neste mês [referindo-se a abril] é importante mantermos a quarentena para reduzirmos internações e mortes”, observa. “Além disso, a prefeita Jaqueline Coutinho tem tomado todas as medidas cabíveis para evitar a disseminação da pandemia em nosso município.”
Veja Mais

Programa a ser lançado na segunda-feira dará mais transparência às ações do PTS

Data: 09/04/2020

Por meio de uma transmissão ao vivo pelo Instagram, o PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba) lança na próxima segunda-feira (13), às 15h, o Programa Parque Transparente. A iniciativa visa dar mais transparência às ações que levam a chancela do PTS. A pandemia de coronavírus (Covid-19) suspendeu, por tempo indeterminado, as atividades que eram realizadas no local. No entanto, mesmo à distância a diretoria do Parque Tecnológico se reuniu e traçou metas para serem colocadas em prática assim que a doença for controlada e a quarentena (isolamento social) encerrada. Num primeiro momento, explica o diretor de TI do PTS, Silvestre Eduardo Rocha Ribeiro Junior, sete regras serão observadas. “É importante mantermos um elo com a população, empreendedores e todos aqueles que se interessam pelas atividades do Parque Tecnológico”, complementa o presidente Roberto Freitas. “O projeto nasce justamente com este fim.” O Programa Parque Transparente será colocado em prática obedecendo os seguintes itens: 1 – Criação de um canal direto para dúvidas, denúncias e colaborações sobre transparência, que é o [email protected]; 2 – Criação da 3ª Transparente, reunião de atendimento específico que será realizada todas das terças-feiras, das 10h às 15h; 3 – Criação do Botão Parque Transparente, na página principal do site www.parquetecsorocaba.com.br, para acesso ao Portal de Transparência; 4 – Criação de um fluxo de tramitação de processos do Parque Tecnológico; 5 – Criação do manual de controle interno do Parque Tecnológico, baseado no manual do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo; 6 – Aquisição de um sistema de controle interno, desenvolvido pela mesma empresa que criou o Portal da Transparência, a Conam (Consultoria em Administração Municipal); 7 – Estruturação e desenvolvimento/criação do Sistema Compliance – tem a função de monitorar e assegurar que todos os envolvidos na empresa estejam de acordo com as práticas de conduta da mesma, satisfazendo assim o cumprimento rigoroso da legislação a qual se submete – do Parque Tecnológico de Sorocaba. A live de lançamento do projeto, na segunda-feira (13), às 15h, será conduzida por Roberto Freitas e poderá ser acompanhada pelo seguinte endereço: @parquetecsorocaba.
Veja Mais

Empresa sorocabana cria solução para impactar nas vendas do food service

Data: 07/04/2020

A quarentena exigida para evitar a disseminação do coronavírus (Covid-19) afeta diretamente alguns segmentos, entre eles o de food service – mercado de alimentação fora do lar. Pensando em minimizar os impactos negativos, a KCMS está disponibilizando, de graça, um sistema de gestão e aplicativo para delivery e entrega. Além de ser isento de taxas, a ferramenta criada pela empresa de Sorocaba possui um sistema de ponto de venda que funciona em PC, tablet e smartphone, tudo aliado a uma plataforma na nuvem com inteligência artificial e dashboards – painéis que possibilitam o monitoramento dos resultados, mostrando métricas e indicadores importantes para alcançar objetivos e metas traçadas. O empreendedor Kerler Chaves explica que o aplicativo está à disposição de todos os estabelecimentos ligados ao food service, como bares, restaurantes, cafeterias, docerias, panificadoras, hamburguerias, entre outros. Ele ressalta que o propósito é ajudar as micro, médias e pequenas empresas neste momento de crise causada pela pandemia do coronavírus. “Criamos um plano totalmente de graça, pois queremos colaborar e contribuir para manter vivo o segmento de food service”, afirma. Para saber mais sobre a solução da KCMS, inclusive como solicitar o aplicativo e utilizá-lo, basta acessar ao site: https://www.kcms.com.br. APOIO DO PTS Prestes a completar 22 anos de atuação no mercado, a KCMS desenvolve soluções em softwares para o food service. Emprega, atualmente, 40 pessoas de forma direta e outras 50 de maneira indireta, como parceiros e terceiros. Conforme Kerler Chaves, o apoio do PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba) é imprescindível, sobretudo na divulgação da solução em seus canais de comunicação e no compartilhamento da informação de diversas maneiras. “O trabalho que o PTS realiza, como um todo, é essencial para o fomento do empreendedorismo da região”, acrescenta. Por sua vez, o presidente do Parque Tecnológico, Roberto Freitas, comenta que é importante que os empreendedores não cruzem os braços na crise. “Este momento vai passar”, atesta. “É preciso que nos reinventemos e busquemos maneiras de minimizar os impactos que o coronavírus trará à economia. A iniciativa da KCMS vai justamente a este encontro.”
Veja Mais

Startup prepara mentoria online e de graça para profissionais de educação

Data: 03/04/2020

A orientação para não sair de casa neste período de pandemia de coronavírus (Covid-19) tem feito muitos profissionais e empresas repensarem carreiras e projetos. Os professores, por exemplo, têm buscado alternativas para levar à internet os conteúdos que até então eram oferecidos em sala de aula. Foi pensando justamente neste segmento que o Portal do Facilitador decidiu programar uma mentoria, online e de graça, que começa na próxima segunda-feira (6) e se estende até a quarta-feira (8). A atividade, que será realizada sempre às 20h, é voltada aos profissionais de educação que desejam adequar conteúdos presenciais em online. A mentoria vai mostrar quais são as plataformas, de graça, que podem ser utilizadas nas aulas online; as estratégias de ensino e aprendizagem que podem ser usadas nas aulas online e como preparar uma vídeo-aula (aula ao vivo) utilizando Zoom, Facebook, Youtube e Instagram. Cofundadora da startup, Fabiana de Miranda Santos explica que a mentoria será em grupo e visa ajudar os professores universitários e de ensino regular que estão encontrando dificuldades neste momento onde o indicado é o isolamento social para conter o avanço do coronavírus. Ela, inclusive, será uma das mentoras da atividade, pois é especialista em educação profissional e coaching; especialista em formação de facilitadores; docente na área comportamental e possui experiência comprovada em outras áreas. A outra mentora é a especialista em docência e segurança do trabalho, Andreia Cristiane Rocha, também cofundadora do Portal do Facilitador. Ela é responsável pelo desenvolvimento de projetos educacionais com ênfase em novas tecnologias de aprendizagem – realidade virtual e ensino híbrido. Para participar da mentoria, o interessado deve entrar em contato pelo WhatsApp (11) 98444-8552 ou clicar no seguinte link de inscrição: https://forms.gle/C54FrCuTNfpzQwgJ7. As vagas são limitadas. O PORTAL DO FACILITADOR Startup instalada no PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba) desde janeiro do ano passado, o Portal do Facilitador tem como missão desenvolver facilitadores de ensino e aprendizagem e conectá-los com as empresas que precisam capacitar seus colaboradores. Atua nas áreas acadêmicas, ensino regular ou educação corporativa, atendendo sobretudo a professores, docentes ou instrutores de treinamento. “As pessoas que querem ministrar algum curso recebem suporte da nossa startup, que oferece palestras e aulas presenciais, além de traçar a estratégia que se adapta ao ramo profissional pretendido, analisando perfil e competências”, explica Fabiana. Ainda conforme ela, o Parque Tecnológico é o grande apoiador dos empreendedores que têm iniciativa e o pensamento de fazer a diferença na vida de pessoas. “É o PTS quem nos dá suporte para a validação de ideias”, acrescenta. “Sem o Parque não teríamos enxergado o mercado de startups.” SERVIÇO Mentoria para professores que precisam adequar seu conteúdo presencial para online Quando: De 6 a 8 de abril (de segunda a quarta-feira) Horário: 20h Inscrições e informações: (11) 98444-8552 (WhatsApp) ou https://forms.gle/C54FrCuTNfpzQwgJ7. As vagas são limitadas
Veja Mais

Cursos surgem como opção para as pessoas que estão em quarentena

Data: 02/04/2020

A recomendação é da Organização Mundial de Saúde: fique em casa! Só assim será possível controlar a pandemia de coronavírus (Covid-19) que vem fazendo vítimas em todo o mundo – somente em Sorocaba, até esta quarta-feira (1º), o número de casos confirmados da doença chegava a 14. Pensando em colaborar com as pessoas que devem permanecer na chamada quarentena, a equipe de aceleração do PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba) listou uma série de cursos adequados para ajudar, de forma positiva, a passar o tempo neste período onde o isolamento social é o indicado. Os cursos levam a chancela de grandes instituições como Sebrae, Senai, Sest Senat, USP, Unesp, Unicamp, Fundação Bradesco, Udemy, entre outras. “Estudar nunca é demais”, afirma o presidente do Parque Tecnológico, Roberto Freitas. “Por isso a nossa equipe de aceleração, atenta a todas as oportunidades, elaborou esta lista de cursos.” As oportunidades são para aqueles que querem aprender um pouco mais sobre empreendedorismo, desenvolvimento de aplicativos para celular, desenvolvimento web, estratégia de negócios, tecnologia, marketing e gestão de startups, língua inglesa, marketing analítico e muito mais. Para se inscrever, os interessados devem acessar os seguintes sites: https://www.ev.org.br/cursos, https://www.insper.edu.br/cursos-online/, https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/cursosonline, https://alison.com/pt-BR/autor/stanford e https://www.inovabs.com.br/paulista/agenda/curso-aberto-gratuito-inova%C3%A7%C3%A3o-disruptiva.
Veja Mais

Startup do PTS adapta software para monitorar os casos de coronavírus

Data: 01/04/2020

Uma startup que está instalada no PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba), desde agosto do ano passado, adaptou um software para monitorar os casos de coronavírus (Covid-19). Trata-se da Global Data Soluções, empresa que trabalha com prontuário eletrônico e gerenciamento de sistemas de saúde público ou privado. A ferramenta hoje é utilizada em vários municípios, entre eles Cerquilho, Quadra, São Pedro e Tatuí. A sócia-proprietária da startup, Maria José Galvão, explica que o software, até então, monitorava a epidemia de dengue e emitia relatórios, em tempo real, à Vigilância Epidemiológica e à Central de Regulação. “O que fizemos foi configurá-lo para Covid-19 [CID Ficha de Notificação] atendendo às normas do Ministério da Saúde”, conta. Ainda conforme Maria José Galvão, o software também era utilizado pelos municípios para o controle da vacinação contra a gripe. “Este equipamento nos permite emitir relatórios onde constam o número de pacientes com coronavírus, a faixa etária dos infectados e se a pessoa possui cadastro de hipertenso ou diabético em uma unidade de saúde”, detalha. A sócia-proprietária da Global Data Soluções explica ainda que o software ajuda os agentes de saúde a tomarem decisões mais rápidas e assertivas em casos de suspeita de Covid-19. “Com a ferramenta em mãos, os profissionais da área conseguem avaliar a vulnerabilidade da pessoa afetada e se ela traz consigo doenças pregressas”, diz. “Mostra também a qual núcleo familiar o paciente pertence para poder oferecer ações e informações sociais a todos da família.” Batizado de SDH Gestão de Saúde, o sistema está preparado para disponibilizar todas as consultas e exames anteriores do paciente, as unidades em que ele foi atendido, ou seja, traça um perfil completo daqueles que recebem atendimento. Para Maria José Galvão, o Parque Tecnológico de Sorocaba tem papel fundamental e importante no desenvolvimento do software, tendo em vista o trabalho de mentorias, cursos, palestras e intercâmbio, bem como a visibilidade que dá às startups que ali estão incubadas. “O PTS só tem agregado valor e conhecimento a mim e a todos da minha equipe”, afirma. Por sua vez, a analista de aceleração de startups do Parque Tecnológico, Ana Geórgia Damasceno Barbosa, diz estar orgulhosa das ações que estão surgindo no local e que visam colaborar para o combate e controle da pandemia de coronavírus. “Não existe momento mais propício para provar a importância da tecnológica e da inovação”, acrescenta o presidente do PTS, Roberto Freitas. “É tempo de os empreendedores de toda a Região Metropolitana de Sorocaba fazerem a diferença.”
Veja Mais

Startup do Parque Tecnológico desenvolve respiradores para tratamento do coronavírus

Data: 27/03/2020

A Pi Project Robótica e Automação, startup que está instalada no PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba), integra um grupo de empresas que começou a trabalhar no desenvolvimento de respiradores, que são utilizados nos pacientes para o tratamento do coronavírus (Covid-19). Responsável pela startup sorocabana, Lucas Piovani conta que a ideia é criar uma nova tecnologia para os equipamentos que, atualmente, possuem uma engenharia complexa e custam caro para os hospitais. “Estamos buscando uma forma de minimizar os custos”, diz. “Todo mundo se lembra do avental e das máscaras, mas esses materiais são de uso dos agentes de saúde. Quem contrai o coronavírus, muitas vezes, precisa desses respiradores.” O grupo de empresas que está agilizando o desenvolvimento do projeto tem representantes de Campinas, Guarulhos, São Paulo, Taubaté e Uberlândia (Minas Gerais). “Todos estão engajados no trabalho para que possamos atender as necessidades e os objetivos propostos”, afirma Lucas. O empreendedor destaca que a intenção não é criar um outro equipamento médico e sim uma nova tecnologia e um novo conceito que vão exigir testes e validações pelos órgãos que regulam os materiais de uso hospitalar. “Estamos recebendo grande apoio do Parque Tecnológico e do IFSP, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, que mantém um campus em Sorocaba”, revela. Para Lucas Piovani, é importante que outras empresas e empreendedores se unam ao projeto e colaborem com matéria-prima ou mesmo com profissionais de saúde que se habilitem a participar da fase de testes. Por isso, ele deixou o seguinte telefone para contato e mais esclarecimentos: (15) 98132-9879. PRIMEIRO PROTÓTIPO O empreendedor sorocabano conta que o projeto para o desenvolvimento dos respiradores já está pronto. O primeiro protótipo será montado na semana que vem. É este equipamento que será submetido a todos os testes necessários e avaliações da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e dos demais órgãos reguladores. Após a aprovação e homologação – Lucas acredita que este processo dure cerca de quatro dias – os respiradores começam a ser produzidos em escala. “Na minha empresa, em Sorocaba, eu consigo fazer dez por dia, mas a ideia é conseguir investimentos para aumentar a produção”, afirma. Lucas ressalta que todo o processo vem seguindo etapas, mesmo diante da urgência que se faz necessária por conta da pandemia de coronavírus. A primeira é validar com agentes de saúde, a segunda é conseguir a homologação para, só então, iniciar a produção. “Todos os respiradores que produzirmos serão doados aos hospitais. Primeiro às unidades de Sorocaba, mas dependendo de como o processo se desenrolar, podemos pensar em fornecer para todo o Brasil. Não visamos lucro algum”, reforça. A startup também lançou uma vaquinha virtual – https://abacashi.com/p/combate_ao_coronavirus – para arrecadar R$ 4.100 visando à produção do primeiro protótipo do respirador e 600 máscaras Faceshield (máscaras de proteção) para proteger aqueles que estão lutando, todos os dias, na linha de frente contra o Covid-19. A PI PROJECT Instalada no PTS desde novembro do ano passado, a Pi Project é responsável pela produção e pela distribuição de kits de robótica para 16 escolas públicas do Estado de São Paulo. São materiais didáticos que ensinam, passo a passo, alguns conceitos de lógica e de programação. Também trabalha com automação residencial e industrial. Nesta semana, inclusive, a startup passou a oferecer, de graça, cursos de modelagem 3D, circuitos eletrônicos e programação àqueles que não estão saindo de casa justamente pela pandemia de coronavírus. As aulas são pelo canal da Pi Project no YouTube. Para mais informações, basta entrar na página da empresa no Instagram: @piprojectbr.
Veja Mais

CONTRA O CORONAVÍRUS - Startup sorocabana lança cardápio digital de graça para comerciantes

Data: 25/03/2020

A pandemia de coronavírus (Covid-19) persiste. A orientação é não sair de caso para evitar contaminação e proliferação da doença. Pensando nisso, a Goomer, startup que foi já apoiada pelo PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba), lançou um cardápio totalmente de graça para bares, restaurantes, padarias e outros estabelecimentos do ramo alimentício. O objetivo dos idealizadores do negócio é fazer com que os comerciantes possam manter as vendas e seguir com a relação próxima ao cliente neste período de crise causada pelo vírus que está matando milhares de pessoas em todo o mundo. “Não cobramos mensalidades e nem comissões”, afirma o coordenador de marketing da Goomer, Álvaro Barbosa. O processo é simples e já está à disposição. Trata-se de um cardápio online com pedidos pelo WhatsApp. O primeiro passo é montá-lo por meio do site https://goomer.com.br/goomergo. Após construído e ativado, um link é gerado para que o comerciante possa divulgá-lo pelas redes sociais, contatos, entre outros canais. Com a relação de produtos disponíveis em mãos, o cliente monta o pedido e envia ao comerciante, que o recebe, também pelo WhatsApp, de forma clara e organizada. As vendas e as entregas começam em apenas dez minutos, mas a criatividade é muito importante na hora da elaboração do cardápio, ressalta Álvaro Barbosa. “No WhatsApp você interage com o cliente e terá o contato dele para divulgar todas as promoções futuras”, observa. “As pessoas estão se acostumando com os pedidos digital. Assim, é importante ter um canal próprio para isso.” Com apenas três dias de lançamento, mais de 400 restaurantes já estão utilizando a ferramenta criada pela startup sorocabana. Para o head de gente & gestão da Goomer, João Arcalá, este é o momento de servir os clientes e de tratá-los de forma especial. Além disso, a tecnologia deve ser a aliada dos empreendedores para superar a crise. “Precisamos nos reinventar e unir forças para passar por este momento de turbulência”, diz. Fundada há seis anos, a startup sorocabana trabalha com soluções de totens de autoatendimento e cardápios digitais em restaurantes e similares de todo o país. “Muito nos orgulha ver mais uma empresa que teve o apoio do Parque Tecnológico empenhada na busca por alternativas para este momento em que vivemos”, comenta o presidente do PTS, Roberto Freitas. “Esta plataforma será essencial na manutenção e na conquista de clientes por muitos comerciantes do Brasil inteiro.”
Veja Mais

Empreendedores devem ser proativos neste momento de crise, sugere o PTS

Data: 24/03/2020

A crise gerada pela pandemia de coronavírus (Covid-19) vai afetar diretamente as empresas, os empreendedores e os colaboradores. Por isso, o gestor de negócios deve ser o mais ativo possível e buscar soluções que vão além da pura sobrevivência financeira. São dicas como esta que a equipe do PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba) está elaborando e que serão divulgadas por meio das redes sociais, tendo em vista que a recomendação é não sair de casa. A medida mais assertiva neste momento, conforme a analista de aceleração de startups do PTS, Ana Geórgia Damasceno Barbosa, é ser proativo, pois isso vai mostrar ao colaborador que o gestor se importa com a empresa, bem como deixa claro aos fornecedores o esforço que é feito para manter o negócio em pé e em dia com todas as obrigações. Ana Geórgia também sugere que o empreendedor faça cálculos das previsões financeiras para os próximos meses, mesmo que isso gere ansiedade. “Veja quanto você tem em caixa, tente renegociar dívidas, entenda o cenário atual e quanto isso vai impactar nas suas finanças”, explica. “Nesses casos é sempre aconselhável usar uma perspectiva realista e pessimista, nunca otimista.” Com os números em mãos, acrescenta a analista de aceleração de startups do PTS, é importante compartilhá-los com os colaboradores e com todos os envolvidos com o negócio. “São eles [funcionários e parceiros] que vão te ajudar a passar pela crise”, afirma. Diversificar os canais de busca por clientes e de vendas – caso este seja o ramo de atuação da startup – é outra dica da equipe do Parque Tecnológico de Sorocaba. As sugestões, inclusive, foram separadas por segmento e algumas delas seguem abaixo: Para bares e restaurantes – investir no processo de delivery e no takeaway (fazer o pedido online e pegar no restaurante). Para startups em geral – é hora de focar na retenção dos clientes e não na prospecção de novos clientes. Uma boa saída é investir em geração de conteúdo para ganhar autoridade na sua área de atuação e ganhar a confiança dos clientes. Outra alternativa é disponibilizar soluções de uso digital no sistema gratuito para os clientes. Para indústrias – acompanhar de perto a evolução geográfica da crise e garantir o abastecimento e a logística nas regiões mais afetadas, antecipando o acúmulo ou a falta de produtos nos locais afetados. Para escolas e cursos – caso a unidade não possua o ensino à distância, existem algumas plataformas online que podem disponibilizar as aulas aos professores e aos alunos. Além disso, materiais podem ser compartilhados em nuvem e grupos de estudo criados com o objetivo de auxiliar os estudantes e não atrasar o calendário letivo. Para prestadoras de serviços – neste momento a retenção de clientes vai ser fundamental e garantir que os pagamentos sejam honrados pode ser o diferencial para o seu negócio. Pense em medidas para estender e facilitar os pagamentos. Caso tenha uma estratégia de retenção pode concentrar esforços em reativar clientes antigos que não foram tão afetados pela crise. PELA INTERNET Por trabalhar todos os dias com o fomento ao empreendedorismo e como a responsável por prestar mentorias as cerca de 110 startups ativas no Parque Tecnológico de Sorocaba é que Ana Geórgia foi incumbida da missão de estudar e passar à frente regras simples que devem ser colocadas em prática durante a pandemia de coronavírus. “Achei importante entender como podemos manter o ambiente otimista e quais ações efetivas podem ser tomadas para que a crise não afete ainda mais o cenário econômico do país”, ressalta. Com a recomendação de que todos devem ficar em casa para evitar o contágio e a proliferação da doença, Ana Geórgia conta que os workshops e as mentorias do PTS estão sendo feitas pela internet. Já está prevista, inclusive, uma palestra totalmente online pelas redes sociais. É justamente por isso que ela participa do curso de restartse – maior programa de capacitação online para a nova economia e que é voltado à área de gerenciamento de crises.
Veja Mais

Em tempos de coronavírus, startup do PTS oferece cursos de graça

Data: 23/03/2020

A pandemia de coronavírus (Covid-19) obriga a população a ficar em casa para evitar o contágio ou a proliferação da doença. Pensando em ajudar no passatempo daqueles que estão reclusos – de uma maneira útil – é que Pi Project Robótica e Automação, startup que está instalada no PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba), vai oferecer cursos online, de graça, a partir desta quarta-feira (25). O empreendedor Lucas Piovani, 21 anos, conta que, neste momento, serão disponibilizados cursos de modelagem 3D, circuitos eletrônicos e programação. As inscrições devem ser feitas na página da Pi Project no Instagram: @piprojectbr. Ele explica ainda que as aulas serão por meio de lives no canal da startup no YouTube – https://bit.ly/roboticapi. “São cerca de 30 minutos por dia para não se tornar cansativo e abranger o maior número de pessoas possível”, detalha. “Em seguida permaneceremos online para que possamos sanar as dúvidas.” Lucas ressalta que esta foi a forma que a Pi Project encontrou para ajudar aqueles que estão em casa a passar o tempo de uma maneira saudável para a mente. “Na quarta-feira, às 14h, será ministrada a nossa primeira aula. Tenho certeza que vai colaborar com muita gente”, afirma. Por sua vez, o presidente do Parque Tecnológico de Sorocaba, Roberto Freitas, vê com bons olhos a iniciativa da startup. Conforme ele, mesmo com os eventos comprometidos neste período de pandemia do coronavírus, a equipe do PTS tem pensado em ações que possam auxiliar e promover o empreendedorismo local. A PI PROJECT Instalada no PTS desde novembro do ano passado, a Pi Project é responsável pela produção e distribuição de kits de robótica para 16 escolas públicas do Estado de São Paulo. São materiais didáticos que ensinam, passo a passo, em sala de aula, alguns conceitos de lógica e de programação. Os kits contêm, além do robô, sensores, placas, itens mecânicos e um material didático de uso individual que leva ao treinamento dos projetos desenvolvidos. Além das soluções educacionais voltadas à robótica, a startup também trabalha com automação residencial e industrial. Na foto, pela ordem, da esquerda para a direita: Lucas Piovani, Adenilton Ribeiro, Flavian Melquiades e Rafaela Suffi
Veja Mais

Contra o coronavírus, startup ajuda a pagar e parcelar boletos sem sair de casa

Data: 19/03/2020

Por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a orientação é para que as pessoas evitem sair de casa o máximo possível. Assim, muitas tarefas do dia a dia, até as mais simples como pagar contas em agências bancárias ou lotéricas, são comprometidas. Pensando em facilitar a vida da população, a Boleto No Cartão, startup do PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba), criou uma maneira de quitar ou mesmo parcelar os boletos de forma online. O processo é muito simples. O interessado deve acessar ao site https://www.boletonocartao.com.br que lá tem todas as dicas de como proceder para continuar em dia com as contas, sem sair de casa, evitando assim juros e multas. Há também um WhatsApp para mais esclarecimentos: (15) 99192-4870. O cofundador da Boleto No Cartão, Patrick Castro Alves, 40 anos, explica que o objetivo da ação é evitar filas em bancos ou lotéricas neste momento de grande incidência do Covid-19. “De forma online, viabilizamos o pagamento de qualquer boleto bancário em até 12 vezes no cartão de crédito”, acrescenta. Quem aderir à campanha ainda pode ganhar um desconto de 10% na taxa cobrada. Conforme Patrick, a startup que está instalada no Parque Tecnológico desde abril do ano passado nasceu da necessidade de a população pagar as contas utilizando o cartão de crédito. “O nosso propósito é trazer uma solução simples e útil para população e a estrutura que o PTS oferece nos ajuda muito nisso”, afirma. O cofundador da Boleto No Cartão conta que a startup foi criada depois que os demais parceiros de negócios e ele perceberam que as pessoas gostariam de pagar as contas no cartão de crédito, forma que as lotéricas não aceitam. “Foi a partir daí que nasceu a empresa”, lembra. Na startup, além de Patrick, também atuam: Patrese Luís Castro Alves (cofundador), Stephano Magalhães (cofundador), Rodrigo Balestra (diretor de vendas), Noene Carneiro Alves (diretora financeira), Nathália Amanda (atendimento ao público), Thais Menossi (marketing) e Nikolas Castro Alves (núcleo de tecnologia). “Temos uma equipe especializada e pronta para atender a necessidade de cada pessoa que nos procura”, diz. Outro canal de atendimento da Boleto No Cartão que está à disposição do interessado é o https://www.facebook.com/boletonocartao12x. A startup funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h e aos sábados, das 8h às 12h. Para mais informações: (15) 3023-0424.
Veja Mais

Definidas as escolas campeãs da Copa Sorocabana de Foguetes

Data: 19/03/2020

A Escola Municipal Matheus Maylasky, de Sorocaba, e a Escola Estadual Prefeito Nestor de Camargo, de Barueri, foram as campeãs da Copa Sorocabana de Foguetes. Realizada no fim de semana, no PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba), a competição reuniu mais de 250 pessoas entre alunos, professores, pais, responsáveis e curiosos. Conforme as regras da disputa, os estudantes dos ensinos fundamental, médio ou técnico tinham de construir foguetes utilizando garrafas PET. Venciam aqueles que atingissem as maiores distâncias. Foi assim com a “Matheus Maylasky”, que chegou a 216,5 metros e ficou em primeiro lugar na categoria água. Já a “Nestor de Camargo” ganhou na categoria vinagre com a marca de 202,1 metros. Coordenador do evento, Henrique Duarte adianta que a intenção é promover mais uma edição da Copa Sorocabana de Foguetes em março de 2021. “Vamos continuar contando com o apoio do Parque Tecnológico, mas provavelmente as disputas serão em um lugar maior, dado o sucesso deste evento”, explica. Outra competição semelhante já agendada para agosto deste ano é a Olimpíada Paulista de Foguetes, outra vez em Sorocaba, mas em local a ser definido. O objetivo é o mesmo: incentivar e preparar os estudantes a participarem, de forma lúdica, de atividades científicas. O coordenador da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica e doutor em astronomia pela USP, João Canalle, marcou presença na Copa Sorocabana de Foguetes e elogiou a estrutura oferecida pelo PTS, assim como o evento de uma maneira geral. Conforme o presidente do Parque Tecnológico, Roberto Freitas, a Copa Sorocabana de Foguetes incentiva o trabalho em equipe e dá a oportunidade de os professores e os orientadores trabalharem habilidades socioemocionais dos alunos. “Trata-se de uma atividade importante, pois também desperta no participante a curiosidade por ciências. Assim, o Parque Tecnológico vai sempre incentivar eventos que buscam e levam ao aprendizado”, afirma. Fotos: Gabrielle Anjo
Veja Mais

PTS suspende todos os eventos de março por causa do coronavírus

Data: 16/03/2020

Por conta de ações de combate ao novo coronavírus (Covid-19), atendendo a uma determinação da prefeita Jaqueline Coutinho, o presidente do PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba), Roberto Freitas, suspendeu todos os eventos que estavam previstos para este mês. No fim de semana, ele já havia anunciado o adiamento para novembro da Missão Vale do Silício PTS, que estava agendada para 24 de abril. “Neste momento a nossa preocupação é concentrar esforços em medidas preventivas a este vírus que vem fazendo vítimas pelo mundo todo”, afirma. Ainda conforme Roberto Freitas, o Parque Tecnológico está preocupado em manter a saúde e o bem-estar dos empreendedores que estão ali instalados, bem como das pessoas que frequentam o local. “Assim, até segunda ordem, vamos suspender todos os eventos previstos”, ressalta. Por outro lado, ele avisa que o PTS vai funcionar normalmente neste período de alerta que a prefeitura decretou em razão do novo coronavírus. “Somente os eventos que aglomeram pessoas é que estão suspensos. Os trabalhos diários, incluindo os atendimentos individualizados, estão mantidos”, explica. Entre as atividades canceladas pelo Parque Tecnológico estão as palestras “Vendas Complexas para Startups” e “ZR11: Os Cinco Pilares de uma Carreira Vitoriosa”; o workshop Gestão do Tempo e Produtividade e os eventos “Mulheres que Lideram”, “Ações, Renda Fixa e Dólar” e “A Importância do UX para a sua Startup”. A prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho, entende que o momento é de cautela e de enfrentamento da pandemia. “Ser proativa neste momento ajuda o sorocabano a estar protegido do vírus”, diz. Além disso, ela pediu para que a Secretaria Municipal de Comunicação intensifique campanhas publicitárias educativas a respeito de como cada cidadão deve agir em termos de higiene pessoal. O PTS Com mais de cem startups em processo de aceleração, o Parque Tecnológico de Sorocaba conta com oito laboratórios e cinco empresas de base tecnológica. O objetivo é disseminar a cultura da inovação e do empreendedorismo para o desenvolvimento sustentável na Região Metropolitana de Sorocaba, acelerando a transformação do conhecimento em riqueza, por meio da articulação entre poder público, instituições de ensino superior, setor empresarial e indústrias. 
Veja Mais

Por causa do coronavírus, PTS adia a Missão ao Vale do Silício para novembro

Data: 12/03/2020

A pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2), levou o presidente do PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba), Roberto Freitas, a adiar para o início de novembro a Missão Vale do Silício, que estava previamente agendada para 24 de abril. Segundo ele, o objetivo é manter o bem-estar de todos os participantes e tornar a viagem um momento enriquecedor e inesquecível. “Optamos pelo adiamento, neste momento, mas seguimos empolgados com este projeto que, com certeza, vai trazer muito conhecimento e networking”, afirma. A missão internacional, que já está com todas as vagas preenchidas, visa abrir as portas do mercado exterior aos empreendedores da Região Metropolitana de Sorocaba. Para tanto, os participantes vão conhecer o Vale do Silício, maior epicentro da inovação mundial, que está localizado na Califórnia, Estados Unidos, e que abriga as principais empresas globais de tecnologia, como Apple, Facebook, Google, HP, Intel e Microsoft, Udemy, Twitter, entre outras. A proposta é oferecer palestras e encontros com empreendedores, investidores e profissionais ligados à inovação que estão instalados no Vale do Silício. “Vamos apresentar às startups locais as diversas maneiras de se fazer negócios com o mercado exterior”, diz Roberto Freitas. “É a oportunidade de o empreendedor da nossa região vivenciar a maior experiência em inovação da sua vida.” O CORONAVÍRUS A OMS (Organização Mundial de Saúde) acredita que o número de infectados, mortes e países atingidos pelo coronavírus deve aumentar nos próximos dias. Por isso, o órgão declarou pandemia na quarta-feira (11). Na China, os casos aumentaram em 13 vezes e o número de países afetados triplicou – são mais de 118 mil ao redor do mundo e 4.291 mortes.
Veja Mais

Estudantes se reúnem no PTS para a disputa da Copa Sorocabana de Foguetes

Data: 12/03/2020

Alunos dos ensinos fundamental, médio ou técnico de diversas escolas da Região Metropolitana de Sorocaba estarão reunidos, neste fim de semana, no PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba), para a disputa da Copa Sorocabana de Foguetes 2020. O objetivo é incentivar e preparar os estudantes para participarem, de forma lúdica, de atividades científicas. Durante a competição, que será realizada no sábado (14) e no domingo (15), os participantes terão de construir foguetes de garrafas PET. Vence aquele que alcançar a maior distância. Para isso, devem saber quais variáveis explorar durante o lançamento, pesquisar conceitos de aerodinâmica e realizar muitos outros testes. A Copa Sorocabana de Foguetes será disputada nas modalidades água (voltada àqueles que estão cursando o ensino fundamental) e vinagre (alunos dos ensinos médio ou técnico). Além de troféus e medalhas, haverá premiação em dinheiro, assim distribuída: categoria água – R$ 900 (1º lugar), R$ 600 (2º lugar) e R$ 450 (3º lugar); categoria vinagre – R$ 1.200 (1º lugar), R$ 1 mil (2º lugar) e R$ 850 (3º lugar). O evento contará ainda com palestras de temáticas científicas e educacionais, apresentações e almoço à vontade com bebida e coffee break. “Este tipo de atividade desperta a curiosidade do estudante por ciências e motiva a busca por carreiras na área de letramento científico, que está crescendo atualmente”, explica o presidente do Parque Tecnológico, Roberto Freitas. Popularizada no Brasil por eventos como a Mobfog (Mostra Brasileira de Foguetes) e Jornada de Foguetes, a Copa Sorocabana visa o maior envolvimento com atividades de pesquisa e com conceitos de aeronáutica, astronáutica e física. Também incentiva o trabalho em equipe, oportunizando aos professores ou orientadores a trabalharem as habilidades socioemocionais do aluno. PROGRAMAÇÃO A programação do evento, que pode sofrer alterações, ficou previamente definida da seguinte maneira: Sábado, 14 de março de 2020 14h – Abertura 16h – Preparação dos lançamentos 17h30 – Lançamento de todas as equipes 18h – Coffee Break 19h30 – Palestra 20h – Instruções para o segundo dia de evento Domingo, 15 de março de 2020 8h30 – Chegada das equipes 9h30 – Preparação dos lançamentos 11h – Lançamento de todas as equipes 11h às 13h – Almoço 13h30 às 15h – Palestra 15h às 16h30 – Palestra 16h30 às 17h – Coffee Break 17h às 20h – Cerimônia de encerramento e apresentações de projetos SERVIÇO Copa Sorocabana de Foguetes Quando: Neste sábado e domingo, 14 e 15 de março de 2020 Onde: Parque Tecnológico de Sorocaba – Avenida Itavuvu, 11.777, Jardim Santa Cecília Entrada de graça Mais informações: http://sorofog.com.br
Veja Mais

Startup cria forma sustentável para compra e venda de produtos infantis
As crianças crescem muito rápido. As roupinhas e os sapatinhos – alguns até sem uso – ficam pelo caminho. Assim, é preciso comprar outros produtos para repor aqueles que se perderam com o passar dos anos ou até dos meses. Foi justamente pensando em dar uma destinação inteligente e sustentável a essas linhas infantis que a empreendedora Natalia Mennochi, 35 anos, criou a Ops! Cresci, startup que está instalada no PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba) desde agosto do ano passado. A empresa de marketplace – plataforma online onde fornecedores e pessoas se inscrevem para vender produtos – conecta as mães que buscam as linhas infantis. Há, inclusive, um aplicativo disponível para aparelhos com versões em iOs ou Android, que serve como uma espécie de classificados ou balcão de compra e venda. Natalia cuida, de perto, de tudo o que é anunciado. É ela quem faz a curadoria dos produtos para garantir a qualidade e que eles estejam realmente em ótimas condições de uso. “Nós fazemos questão de manter um relacionamento próximo com as nossas clientes”, afirma. A Ops! Cresci também oferece o suporte necessário para as pessoas cadastradas na plataforma, elaborando material para aquelas que desejam vender seus produtos, orientando sobre o que pode ser comercializado, como fotografar o que será anunciado, como criar melhor o anúncio, como precificar, entre outras coisas. Atualmente, a startup já tem cerca de 500 usuários cadastrados no aplicativo e mais de 540 produtos aprovados para venda. Em fevereiro, por exemplo, a Ops! Cresci registrou um aumento de mais de 50% nas vendas. “Cada vez mais pessoas estão conhecendo e confiando em nosso trabalho”, comemora. MÃE DE GÊMEAS A empresa surgiu logo após Natalia ser mãe de gêmeas. “Naquela ocasião percebi que as crianças crescem na velocidade da luz e todas aquelas roupinhas, sapatinhos e outros produtos que compramos deixam de servir, mas continuam praticamente novos. Ao mesmo tempo, sempre precisamos comprar itens novos, pois as crianças não param de crescer. É uma conta que não fecha. Todas as mães passam por isso”, detalha. Foi aí que ela começou a pensar em uma forma de continuar dando utilidade ao que suas filhas não usavam mais e, ao mesmo tempo, ter um retorno do valor que havia investido para comprar o que elas precisam no momento. No entanto, antes da criação da startup, Natalia testou alguns grupos de desapego das redes sociais. “Me deparei com diversos problemas de segurança e de falta de transparência nas negociações”, lembra. “Então, de uma vez por todas, resolvi criar a Ops! Cresci.” Outro diferencial da empresa é a preocupação com o meio ambiente. “Precisamos ter pensamentos e atitudes mais sustentáveis. O nosso planeta precisa disso e a reutilização de itens usados diminui muito a geração de resíduos e traz outros benefícios”, afirma. IMPORTÂNCIA DO PTS Natalia destaca a importância do Parque Tecnológico de Sorocaba para o desenvolvimento da startup e para a conquista, a cada dia, de novos clientes. “Estamos no PTS desde agosto de 2019, mas de março a julho do mesmo ano participamos do Startup SP, maior programa de aceleração de startups digitais do Estado”, comenta. Conforme ela, os programas do Parque Tecnológico colocam os empreendedores em contato com grandes nomes do mercado nacional, além de oferecer mentorias e treinamentos que são fundamentais para o crescimento das startups ali instaladas. “Estar no Parque nos coloca ainda em contato constante com outros empreendedores que passam pelas mesmas dificuldades. Então, podemos trocar experiências e encurtar e acelerar o nosso processo de amadurecimento e crescimento”, conclui. Para quem quiser conhecer um pouco mais sobre a Ops! Cresci, basta seguir a empresa nas redes sociais. O endereço é o: @opscresci.com.br.
Veja Mais

Fundador da GetNinjas abre o Startup SP 2020

Data: 09/03/2020

A palestra do empreendedor Eduardo L’Hotellier, fundador da GetNinjas, vai abrir a edição 2020 do Startup SP, maior programa de desenvolvimento de startups digitais do Estado de São Paulo. O evento, de graça e aberto a todos os interessados, está marcado para as 19h30 desta quinta-feira (12) e será no auditório principal do PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba). Eduardo L’Hotellier vai falar sobre a sua trajetória e como conseguiu transformar uma ideia em um negócio que vale milhões. Em menos de quatro anos de gestão, trouxe R$ 47 milhões em aporte financeiro, transformando o GetNinjas na maior plataforma de contratação de serviços do Brasil, eleita pela Forbes como uma das empresas mais promissoras do país. Na quinta-feira passada (5), os empreendedores selecionados para o Startup SP 2020 participaram de um evento chamado KickOff, onde puderam conhecer como será o programa que é desenvolvido pela parceria Parque Tecnológico e Sebrae. Na ocasião, o presidente do PTS, Roberto Freitas, falou sobre a importância do desenvolvimento de ideias inovadoras que podem gerar emprego e renda na Região Metropolitana de Sorocaba. “É preciso incentivar este tipo de negócio. Para isso, o empreendedor pode contar com todos os programas e a estrutura disponível no Parque Tecnológico”, ressalta. Neste ano, o Startup SP de Sorocaba teve número recorde de inscritos – 47 startups de diversos segmentos – superando outros grandes centros de inovação, como Campinas, Piracicaba e São Carlos. “A grande procura pelo nosso programa demonstra que as atividades de fomento ao empreendedorismo desenvolvidas pelo Sebrae, Parque Tecnológico, bem como por entidades e instituições de ensino, ganham força ano após anos”, afirma a gestora do projeto em Sorocaba e analista de negócios sênior do Sebrae, Malú Salem. As startups selecionadas para o Startup SP 2020 são dos segmentos de agronegócios, cidades inteligentes (serviços para facilitar a vida do munícipe), eventos, games, inteligência artificial, entre outras. O programa é realizado em diversos polos de inovação do Estado e na Capital. No entanto, a edição de Sorocaba possui várias ações complementares de suporte ao empreendedor. O Startup SP, a ser realizado de março a julho, vai oferecer conteúdos como: comportamento empreendedor, modelagem de negócios, validação, design sprint, vendas, marketing digital e captação de investimento. Os participantes ganham acesso a mentorias, workshops, cursos e ao bootcamp (campo de treinamento) na Escola de Negócios do Sebrae, em São Paulo. SERVIÇO Abertura do Startup SP 2020 com palestra de Eduardo L’Hotellier, fundador da GetNinjas Quando: Nesta quinta-feira, 12 de março de 2020 Onde: Parque Tecnológico de Sorocaba – Avenida Itavuvu, 11.777, Jardim Santa Cecília Horário: 19h30 Inscrições: https://www.sympla.com.br/palestra-de-eduardo-lhotellier__808738 Informações: (15) 3316-2323 De graça
Veja Mais

Mentor do PTS participa de treinamento na maior aceleradora da América Latina

Data: 06/03/2020

Analista de aceleração e mentor de startups do PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba), Vinícius Lisboa, 28 anos, foi selecionado entre quase três mil candidatos para o Innovation Academy, treinamento aplicado pela ACE, empresa de inovação considerada a maior aceleradora da América Latina. Ele foi aprovado em um processo seletivo que exigia conhecimento em startups e está empolgado com a oportunidade de participar da capacitação. “Isso vai trazer ganhos enormes às startups que eu presto mentoria”, afirma. “Não é à toa que a ACE é reconhecida como a maior aceleradora da América Latina. Levar o conteúdo desta empresa para o Parque Tecnológico significa contribuir ainda mais para o sucesso do empreendedorismo local.” O Innovation Academy começa neste sábado (7) e será realizado ainda nos dias 14, 21 e 27, em São Paulo. Durante o curso serão abordados temas relacionados à jornada de inovação, transformação digital, metodologias ágeis e outras competências exigidas pelo novo mercado de trabalho. Por meio do Innovation Academy, a ACE visa suprir a carência de profissionais qualificados e de alto desempenho, disseminando conhecimentos sobre inovação, explica o CEO e cofundador da empresa, Pedro Waengertner. A meta é capacitar aqueles que já tiveram experiência com vivências ágeis ou startups. No fim do curso, que trará debates sobre cases reais e atividades práticas, os participantes vão apresentar os trabalhos de conclusão aos parceiros da ACE. Os que se destacarem podem até ser contratados pela empresa de inovação. “O que eu quero, na verdade, é replicar tudo o que aprender com os empreendedores que estão encubados no PTS”, destaca Vinícius. Desde junho do ano passado no Parque Tecnológico, o analista de aceleração desenvolve programas de startups e auxilia os empreendedores no crescimento de seus negócios. “A seleção deste nosso mentor para um curso de capacitação tão requisitado mostra que o time que mantemos é de primeira linha e qualificado para alavancar os negócios das empresas dos mais variados segmentos”, comenta o presidente do PTS, Roberto Freitas. Fundada em 2012 e responsável pela aceleração de mais de 300 startups, a ACE atua junto aos melhores empreendedores e corporações no crescimento exponencial. Investe em startups e impulsiona empresas a novos patamares de mercado e à criação de seu futuro.
Veja Mais

PTS traz Renata Centurión para falar sobre vendas complexas para startups

Data: 05/03/2020

O PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba) convidou a diretora da Winning by Design, Renata Centurión, para falar sobre vendas complexas para startups. A inscrição para o evento, que será realizado às 19h no dia (16) segunda - feira, é de graça e deve ser feita em: https://parquetecsorocaba.com.br/. A palestrante vai explicar os passos que o empreendedor deve dar para realizar uma venda com sucesso, compartilhando conhecimentos e ensinando como se organiza as ações necessárias para que o negócio renda frutos à startup. Diretora para América Latina da Winning By Design – consultoria que otimiza equipes em empresas nacionais e ministra cursos de alto impacto nos quais são mostrados os segredos de vendas das empresas de crescimento mais rápido do mundo –, Renata diz ter como missão descobrir o que incomoda os clientes e, assim, ajudá-los a entender que seus processos podem ser mais produtivos e interessantes. A palestrante trabalha com vendas B2B há mais de 20 anos em empresas multinacionais como Bayer, Merial e Groupon, entre outras. SERVIÇO Palestra “Vendas Complexas para Startups” com Renata Centurión Quando: Segunda-feira, 16 de março de 2020 Horário: 19h Local: Parque Tecnológico de Sorocaba – Avenida Itavuvu, 11.777, Jardim Santa Cecília Inscrições: https://www.sympla.com.br/vendas-complexas-para-startups---renata-centurion__800133 Informações: (15) 3316-2323 De graça
Veja Mais

Fórum Nacional de Indústria 4.0 será realizado neste sábado no PTS

Data: 03/03/2020

O PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba) foi escolhido para sediar o Fórum Nacional de Indústria 4.0 que será promovido neste sábado (7), das 8h às 18h, pela Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Sorocaba. As inscrições, de graça, devem ser feitas em: www.aeas.org.br/eventos/. A Indústria 4.0, resultado da Quarta Revolução Industrial, marca um novo paradigma de produção desenvolvido nas empresas. Ela representa a convergência de tecnologias integradas que se articulam, dialogam entre si e se complementam, promovendo um avanço na relação homem-máquina, com alterações profundas nos usos e costumes dos mais diferentes meios de produção. Será que estamos preparados para enfrentar as grandes transformações que já estão acontecendo? Como as instituições de ensino vêm se adequando para oferecer aos alunos meios de encarar esta nova sociedade dominada pela inteligência artificial? Como vamos reagir diante de um mundo dominado por máquinas, robôs e sistemas avançados de controle e produção? “Fórum Nacional Indústria 4.0: Estamos Preparados?” é o nome do evento que tem justamente a finalidade de discutir este fenômeno, suas extensões e consequências, com palestras e debates que reúnem renomados especialistas nacionais no tema. Durante um dia inteiro, os participantes poderão entender melhor o que significa a Indústria 4.0 e os impactos que estão interferindo na vida de todos nós. Isso porque a transformação digital também causa mudanças em outras áreas, não só na indústria propriamente dita, como advocacia, agricultura, comércio, energia, logística, mobilidade, saúde, seguros, entre outras. A Quarta Revolução Industrial vai eliminar diversas atividades que estão sendo automatizadas, nos levando para uma nova realidade – a Sociedade 4.0 – que promove a convergência dos mundos digital, físico e biológico. O evento a ser realizado no Parque Tecnológico de Sorocaba tem o patrocínio do CREA-SP, os apoios da Fatec (Faculdade de Tecnologia de Sorocaba) e do NEPT Ind4.0 (Núcleo de Estudos e Pesquisa Tecnológica em Indústria 4.0) e a presença da Escola Móvel Indústria 4.0 do Senai. SERVIÇO “Fórum Nacional Indústria 4.0: Estamos Preparados?” Quando: Sábado, 7 de março de 2020 Horário: Das 8h às 18h Local: Parque Tecnológico de Sorocaba – Avenida Itavuvu, 11.777, Jardim Santa Cecília Inscrições e mais informações: www.aeas.org.br/eventos/ De graça
Veja Mais

Formulário de Inscrição
Evento
EVENTO:
DATA: